"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3.16)

16 de jun de 2010

COLHEITA


Introdução
Festa dos israelitas comemorada cinqüenta dias depois da PÁSCOA, no dia 6 de SIVÃ. Também era chamada de Pentecostes (At 2.1; Lv 23.16) e de Festa das Semanas (Dt 16.9-12), das Primícias (Nm 28.26) e da Sega (Êx 23.16).
Num período de doze meses, de setembro(de um ano) a agosto (do outro ano). Dois meses eram dedicados à colheita de oliveiras, cinco, à semeadura e ao cultivo de cereais, dois, à colheita de grãos, dois, ao cultivo de vinhas, e um, à colheita de frutas. Três das festas nacionais eram associadas com a colheita: a dos Pães Asmos, a das Semanas e a dos Tabernáculos. A imagem da colheita se usa em uma variedade de formas para ilustrar o crescimento e as etapas finais do reino de Deus (Mt 9.37; 13.39).
Quando e onde foi instituída a festa da colheita?
Ex 23.16; 34.22; Nm 28.26; Meados de maio a meados de junho; no NT é a festa de pentecostes, At 2.1; Dt 16.15; (no deserto, em peregrinação. Ali estavam sendo ensinados que não lhes faltaria nada. As ofertas entregues a Deus, não lhes faltaria, pois mesmo no deserto não houve falta de nada).
Para um povo livre Deus instituiu a festa da colheita.
O que Deus esperava de seu povo na colheita?
Reconhecimento verdadeiro de que os frutos da terra provinham de Deus, os israelitas levavam ao templo uma porção dos primeiros frutos da colheita. Êx 23.1- maneira de dizer, tudo pertence a Deus; Lv 23.10,17,18 – no mês de Abril. ; Dt 26.1-11, um resumo da história do povo de Israel. Dez pragas, libertação do Egito, atravessia no mar vermelho.
QUAL É O OBJETIVO DE DEUS EM ESTABELECER:
PRIMICIAS
A oferta das primicias já existia desde o inicio – Gn 4.4.
Qual foi a diferença da oferta de Caim para a oferta de Abel? Gn 4.3 – quaquer coisa. Deus disse a Caim, Gn 4.12. Muitas pessoas choram suas migalhas, se lamentam que estão a anos sem conseguirem uma boa colheita, sem conseguirem melhorar. Como está a sua confissão de fé – ou seja, como está, a sua oferta, mostrando-se dependente desse Deus?
As primicias – a primeira e a melhor parte, é um testemunho de fé.
De que Deus pede as primicias?
Cereais, Lv 2.12,14; Colheitas, Lv 23.10; Dt 26.2,10; Frutas, Nm 13.20; pão 15.20; azeite, vinho, trigo 18.12; nova colheita 28.26; Dt 18.4 ;
Diante disso nos resta aprender e fazer como os israelitas: 2Cr 31.5.
Nossas ofertas não podem ser de vez ou outra. Há aqueles que ficam meses, anos sem ofertar. Nosso ofertar precisa ser constante: Ne 10.35,37;
Deus é claro, quando nos diz sobre esse assunto: – Pv 3.9; Ez 20.40; As melhores ofertas.
Qual é o exemplo da viúva pobre? Lc 21.1-4; ela deu de coração. Muitos a imitam, continuando a dar suas duas moedinhas. Precisamos imitá-la, mas, ofertando de coração, como diz Paulo 2Co 9.7. Dar das primicias é dar a melhor e a primeira parte e isso como confissão de fé. Pois nessa certeza, de que Deus, nos dando tudo o que necessitamos e precisamos e reconhecendo qu tudo é dEle, nosso ofertar passa a ser algo constante e cheio de alegria. Não podemos ofertar as sobras. A primeira coisa a se fazer é tirar a nossa oferta para Deus no templo, de coração agradecido, e reconhecendo que o Deus que nos pede, não nos deixará faltar, 2Co 9. 10 – 11.
QUAL É O OBJETIVO DE DEUS EM ESTABELECER:
HOLOCAUSTO
Sacrifício em que a vítima era completamente queimada em sinal de que o ofertante se dedicava completamente a Deus (Êx 29.18; Hb 10.6; Ex 20.24; 29.18; 29.42; Nm 10.10).
QUAL É O OBJETIVO DE DEUS EM ESTABELECER:
DIZIMO
A décima parte, tanto das colheitas como dos animais, que os israelitas ofereciam a Deus (Lv 27.30-32; Hb 7.1-10). O dízimo era usado para o sustento dos LEVITAS, (não era pagamento, como hoje se diz: “vou pagar a igreja”) (Nm 18.21-24), dos estrangeiros, dos órfãos e das viúvas.
Se fossemos fiéis em nossas ofertas, nos dizimos, não nos faltaria dinheiro para ajudar seminário, CPTN, os necessitados, abranger nossos trabalhos evangelisticos, etc. Através dos dizimos, das ofertas, Deus já se preocupou com isso (Dt 14.28-29). Dt 12.17; até mesmo o dizimo é para ser de coração, Mt 23.23;
O que aprender desse estudo? Dar a Deus, para sua honra, glória e louvor na certeza de que nada nos faltará, pois o Deus que pede a primeira e a melhor parte é o Deus que nos dá todas as coisas, Dt 16.16-17.
OBSERVAÇÕES
Nós não temos dinheiro para isso”. O que você acha dessa observação? “Tenho uma boa noticia para vocês – nós precisamos de 50 mil reais e temos esse dinheiro. Está nas mãos de vocês.
Não nos falta dinheiro, não nos falta ofertante, na verdade, nos falta testemunhas vivas do amor de DeusOfertar é testemunhar nossa dependência de Deus. Ele nos dá tudo o que necessitamos, não nos diexa faltar nada.
100% daquilo que Deus nos dá é oferta para Deus, através da família, da sociedade e da igreja. Mas, estamos caindo na tentação de deixar de lado, a igreja. Pois, a voluntariedade que Deus fala no assunto oferta, decorre da salvação que Deus nos concede. Ele está em primeiro lugar, acima de tudo. Ofertemos, fazendo a primeira e a melhor parte para o reino de Deus.
Quem aqui está disposto a melhorar suas ofertas – ou melhor – quem aqui está disposto a testemunhar esse Deus vivo através da primeira e melhor parte dos seus bens, talentos, dons, etc?
Vamos orar:
Depois da oração:
Você crê que esse Deus te abençoa ricamente?
Então vamos fazer um voto, mas faça esse voto de coração: Senhor, eu, pecador perdoado, amado e abençoado por ti, darei a primeira e a melhor parte para o teu reino.
Deus nos abençoe em nossas ofertas. Amém!
Pr Edson Ronaldo Tressmann

Nenhum comentário:

Postar um comentário